LÁPIS PODE SE TRANSFORMAR EM SEU TEMPERO OU PLANTA FAVORITA! - ABEDESIGN

LÁPIS PODE SE TRANSFORMAR EM SEU TEMPERO OU PLANTA FAVORITA!

sprout-pencil-lapis-tempero-blog-da-arquitetura-01

Imagine a seguinte cena: você escreve um monte de coisas com um lápis, aponta, escreve de novo, até ele acabar. O que fazer quando fica apenas aquela pontinha? Lixo. Não se você estiver usando o Sprout Pencil. Criado por três estudantes do MIT, a alternativa multifuncional foi desenvolvida em 2012, logo após eles pesquisarem que cerca de 15 bilhões de lápis são feitos a cada ano e, que há um esforço enorme para diminuir os resíduos criados a partir deles.

O Sprout pencil nada mais é do que um lápis feito de cedro. Mas, diferentemente dos outros, no lugar da borracha, os lápis de madeira têm uma cápsula biodegradável contendo uma mistura de sementes. Uma vez que o lápis fica pequeno demais para escrever, tudo o que você precisa fazer é colocá-lo em um vaso com terra e ativá-lo com água, para que lindas plantas e temperos nasçam. No solo, você pode ter lavanda, manjericão, hortelã, alecrim, girassóis, tomates, pimentas verdes, e muito mais, dando origem a uma nova forma de vida. O mais legal? Os restos também funcionam como um marcador útil com o nome das ervas plantadas.

sprout-pencil-lapis-tempero-blog-da-arquitetura-08

Michael Stausholm que agora é o CEO da Sprout Pencil disse que gostou da ideia quando ela era apenas um projeto no Kickstarter. “Na época, eu estava morando na Dinamarca e trabalhando muito com empresas sustentáveis”, disse à CNN. “Mas a sustentabilidade é algo difícil de mostrar para os consumidores. Eu estava procurando por um produto que poderia facilmente fazer isso e foi assim que me encantei pelo Sprout Pencil.”

O produto virou realidade e, Stausholm em parceria com os alunos do MIT, fabricou e vendeu cerca de 70 mil lápis no país nórdico durante a primavera de 2013. Em 2014, um milhão de lápis ecológicos tinham sido espalhados em toda a Europa.

Agora, eles querem expandir ainda mais a ideia pelas Américas. Os lápis já existem em 14 variedades de plantas e um pacote de oito pode ser comprado por US$ 19,95. O empresário espera reduzir o seu valor, para que cada vez mais, alunos do mundo todo possam se dar ao luxo de usá-los. “Nós sabemos que não podemos salvar o planeta apenas com os nossos produtos, mas a nossa missão é, pelo menos, educar as pessoas sobre como ser mais conscientes com o que compram e olhar para os produtos reutilizáveis de uma nova forma”.

Legal, não? Dá só uma olhada:

sprout-pencil-lapis-tempero-blog-da-arquitetura-02

sprout-pencil-lapis-tempero-blog-da-arquitetura-06

sprout-pencil-lapis-tempero-blog-da-arquitetura-05

iværksætter Michael Stausholm har lavet verdens første blyfri blyant, der kan plantes og spire til krydderurter, blomster eller grønsager. I dag sælger han over 120.000 blyanter om måneden i 50 forskellige lande – en succes der bl.a. skyldes udenlandske bloggere, som står i kø for at skrive om den økovenlige ide.

Matéria original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.