Conheça os cinco projetos que venceram o Desafio Criativos da Escola – Maxpress

Plataforma recebeu 419 projetos de todo o Brasil; cerimônia de premiação acontece no dia 11 de dezembro, no Itaú Cultural, em São Paulo.
Foram três meses de mobilização, protagonismo e transformação. Os projetos chegaram dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. Mais de 400 histórias inspiradoras compartilhadas, e a certeza que de que tem muita coisa incrível acontecendo nas escolas brasileiras.
Os cinco projetos escolhidos pelo júri representam essa diversidade e virão a São Paulo em dezembro para a premiação. São eles:
– “Ar Refrigerado e Água, uma combinação que dá vida”, de Porto Velho (RO);
– “Gaiolas Literárias”, de Parnamirim (RN);
– “Grupo de Apoio e Conselhos”, de Simão Dias (BA);
– “História construída por blocos”, de Sobradinho (DF);
– “Jovem Explorador e o Ecomuseu”, de Pacoti (CE).
“Essas equipes representam o que de melhor está acontecendo no país: crianças e jovens que, apoiados por seus professores, nos mostram que é possível se articular para influenciar políticas públicas, que mesmo em ambientes que parecem complexos existem maneiras de encontrar saídas e que algumas atitudes são tão simbólicas que se espalham e parecem fazer sentido de forma universal”, comemora Carolina Pasquali, diretora de comunicação do Instituto Alana e coordenadora do projeto.
Para selecionar os cinco projetos vencedores, o Criativos da Escola contou com um júri formado por André Poppovic, presidente da Abedesign; Anna Penido, diretora-executiva do Instituto Inspirare; Bárbara Soalheiro, jornalista e sócia-fundadora da empresa Mesa&Cadeira; Estela Renner, cineasta e sócia da Maria Farinha Filmes; Helena Singer, assessora especial do Ministro da Educação; Luciana Mendonça, estudante que foi premiada no quadro “Jovens Inventores” do Caldeirão do Huck; Márcio Ricardo, poeta e escritor, e Priscila Cruz, diretora-executiva do movimento Todos Pela Educação.
As equipes se encontrarão em São Paulo, entre os dias 8 e 11 de dezembro. Na agenda, uma imersão em uma experiência de inovação e criatividade liderada pela equipe do Mesa&Cadeira e a celebração no Itaú Cultural, marcada para o dia 11. “Eles vão receber uma missão muito especial, e juntos teremos dois dias para cumpri-la. No evento de premiação, todos vão conhecer o que foi criado”, explica Carolina Pasquali.
Os educadores responsáveis pelos grupos vão receber R$ 1 mil para fazer um curso à sua escolha. Cada escola também receberá R$ 2 mil para celebrar a conquista com toda a comunidade escolar.
Confira um resumo das cinco histórias premiadas pelo Desafio:
– “Ar Refrigerado e Água, uma combinação que dá vida”: os alunos da Escola de Ensino Fundamental e Médio Murilo Braga, de Porto Velho (RO), construíram um sistema para coletar a água que pingava das centrais de ar condicionado da escola, que até então era desperdiçada. Hoje, essa água é utilizada na irrigação do jardim, horta e áreas externas.
– “Gaiolas Literárias”: na Escola Estadual Professora Maria Araújo, em Parnamirim (RN), os alunos transformaram em bibliotecas itinerantes gaiolas que eram utilizadas para captura de animais silvestres.
– “Grupo de Apoio e Conselhos”: dialogar sobre conflitos e desafios que surgem nas relaçãoes diárias na escola. A partir dessa ideia, os alunos do Colégio Estadual Hermes Miranda do Val, em Simão Dias (BA), criaram um núcleo de jovens mediadores e zeraram o número de ocorrências no ambiente escolar.
– “História Construída por Blocos”: os alunos do Centro de Educação Nery Lacerda, de Sobradinho (DF), se inspiraram no jogo Minecraft e planejaram um projeto que aumentou o rendimento escolar dos alunos em História.
– “Jovem Explorador e o Ecomuseu”: da Escola de Ensino Fundamental e Médio Menezes Pimentel em Pacoti (CE), veio a iniciativa escolar que idealizou e já está construindo o primeiro Ecomuseu da cidade, inspirado em expedições locais na região.
O Desafio voltará a receber inscrições em 2016. Os educadores que tiverem interesse em desenvolver projetos de transformação com seus alunos podem acessar o site do projeto e conhecer os materiais que são disponibilizados gratuitamente na plataforma. O endereço é www.criativosdaescola.com.br.
Sobre o Instituto Alana
O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que reúne projetos na busca pela garantia de condições para a vivência da plena infância. Criado em 2002, o Instituto é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão “honrar a criança”.

 

Matéria original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.